sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

PRÊMIO ORILAXÉ 2010

Povo lindo, povo inteligente,
.
depois de alguns dias de isolamento por conta da correria dos últimos dias, eis me aqui novamente para atualizar a conversa. Na terça-feira fui ao Rio receber o prêmio "Orilaxé"
concedido pelo grupo Afroreggae.
Fiquei muito feliz e agradecido pela recepção e pelo carinho da rapaziada carioca.
Já disse e torno a repetir, ninguém faz nada pensando em prêmio, mas se a gente ganha, agradece. De mais a mais, sempre aceitei críticas, por que não vou aceitar prêmios, rsrsrs.
Outra coisa que é bem bacana é que quando vou a à cidade Fluminense me sinto em casa, vários amigos e amigos para botar a conversa em dia.
Legal também que pessoas que gosto e admiro também foram premiadas, Eliane Brum, Marcus Faustini, Fátima da Escola de Circo de Pernambuco e o cantor Carlos Dafé (esse é só para quem curtia os bailes blacks dos anos 70/80).
Pela manhã eu e a Sônia fomos almoçar com nosso amigo Chaim que agora está morando em Laranjeiras e que passou muito tempo filmando o sarau da Cooperifa, em 2011 vamos bolar um documentário.
Mais tarde trombei o Vitor do observatório de favels e fomos para o morro do Vidigal conhecer o trabalho do grupo "Nós do morro", um projeto de uma puta resistência na cultura brasileira.
Nem preciso falar da recepção do guerreiro Guti Fraga, e todo pessoal envolvido na correria louca que é fazer arte por amor e sem os recurso necessários. Axé pra todos eles.
Um puta abraço para o Carlos Alberto, Danuza, Écio Sales, Nicolau, Kiko (veleu pelo rolê no morro) e toda essa gente boa que faz a verdadeira beleza do Rio de Janeiro.
É isso. Fazendo história com a minha própria história.
.
sergio vaz
vira-lata da literatura


Fátima, eu e Eliane Brum

Não mereço, mas agradeço

Vítor, Guti Fraga eu e Sônia


Vidigal

7 comentários:

  1. Parabéns Sérgio Vaz!
    Em cada prêmio que você e a Cooperifa recebem me sinto um pouco premiado também! É que, afinados como estamos, suas vitórias são também minhas vitórias, irmão!
    Acho que vou criar o prêmio Blackitude, para poder agradecer de público a pessoas como você e o GOG pela inspiração e parceria!
    Com Amor,
    Nelson Maca - Cooperifa.BA

    ResponderExcluir
  2. Mais uma vez Sergião! Umas de muitas que foram e as que ainda virão! Vc merece nego por tudo que tem feito pelos amigos, pelas comunidades e pela literatura periferica. 2011 vai ficar pequeno.
    Isso memo Vazgabundo!
    Tenho orgulho de e estar vivo nessa época, nessa geração e vivenciar tudo isso.
    Abçs

    ResponderExcluir
  3. ... Vaz meu querido Vaz...
    acho que o reconhecimento es merecedor...

    Bjoka eu tu e na sonitas...bom 2011 pra nos !

    Assinatura es do Lucas, mas es Katia Ramos quem abla rsrs...casal sabe como ne...rsss

    ResponderExcluir
  4. Rose Dorea & Paola Dorea27 de dezembro de 2010 19:15

    Se

    Um bom poema é aquele que nos dá a impressão de que está lendo a gente ... e não a gente a ele!
    Mario Quintana

    Bom poema, bom amigo, bom Irmão

    Não tenho mui para te dizer! È isso!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Sérgio, você é uma pessoa incansável! Onde tiver um movimento em prol da promoção humana, lá está você! Este lindo prêmio, além de merecido, só ratifica o que nós, que estamos ao seu lado, já sabemos, você não pára!!!
    São muitas as comunidades carentes de cultura, mas são muitos Sérgios por aí que juntos fazem toda a diferença! Parabéns pelo prêmio, parabéns ao Afroreagge, obrigada por existirem e fazerem tanto pelos que tanto precisam!

    Abraços maninho

    Ricarda

    ResponderExcluir
  6. Parabéns poeta! você é merecedor sim deste e de muitos outros! Tenho muito orgulho de fazer parte da COOPERIFA.

    ResponderExcluir
  7. Luciana (cooperiférica até a alma)29 de dezembro de 2010 07:54

    Nem preciso dizer o quanto fico orgulhosa em ver tudo isso acontecendo! é surreal! feliz de fazer parte dessa família! amo todos!

    ResponderExcluir